top of page
  • Foto do escritorAntonia Nascimento

Projeto agroflorestal em Capixaba recebe visita de secretários Meio Ambiente da Amazonia Legal


Durante o Sábado (15/04), o Secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Sandro Marcelo, juntamente com sua equipe, acompanhou os membros da comitiva do Fórum de Secretários de Meio Ambiente da Amazônia Legal em uma visita de campo a Capixaba, coordenada pela SEMAPI – Secretaria de Estado do Meio Ambiente e das Políticas Indígenas.


A localidade visitada, foi a Colônia Vista Alegre, pertence à família da professora Maria Delci, senhor Hermes e Célio, que é considerada referência em relação à restauração florestal utilizando o o modelo SAFs (Sistemas Agroflorestais).


O que é SAF?

Um sistema agroflorestal é uma forma de uso e ocupação do solo em que árvores são plantadas ou manejadas em associação com culturas agrícolas. Em outras palavras, é um sistema em que o produtor planta e cultiva árvores nativas e produtos agrícolas em uma mesma área, garantindo a melhora de aspectos ambientais e a produção de alimentos.


Os benefícios econômicos para o produtor são múltiplos. Primeiro, eles garantem renda ao longo do tempo, porque podem comercializar primeiro as espécies agrícolas de crescimento rápido, depois espécies de médio prazo, como as frutíferas e, no longo prazo, as espécies madeireiras de alto valor agregado.


Sem contar as vantagens ambientais, uma vez que as árvores têm importante papel na redução da degradação, melhora da qualidade do solo e da água da propriedade, entre outros.


Vale destacar que os modelos SAFs são uma forma em que o Estado em parceria com o município, garante o reflorestamento. Nesse sentido, os produtores recebem mudas de espécies florestais e frutíferas, para realizar a recuperação das áreas degradadas, através da restauração florestal.


“Muito importante essa iniciativa, pois com ela, enquanto a floresta cresce, o produtor continua tendo renda por meio da produção do café, banana, entre outras culturas,” destacou o Secretário Municipal de Agricultura de Capixaba, Sandro Marcelo.

Para o produtor Hermes, a família encontrou no programa, uma forma de se legalizar perante ao IMAC (Instituto do Meio Ambiente do Acre) em relação ao reflorestamento e ainda ganhar uma renda extra.

Commentaires


bottom of page